Principais área de atuação dos advogados

 

Áreas de atuação de um advogado:

Para quem quer cursar o curso de direito note que existem muitas ramificações e setores que pode-se trabalhar, tanto em ciências humanas ou sociais aplicadas. Depois dos cinco anos de graduação o aluno escolhe qual a área que vai seguir cursando uma especialização. Formado e pós-graduado ele pode optar por trabalhar nas áreas pública ou privada.

Mesmo tendo ciência de que muitos cursam toda a faculdade e não só na área de direito e depois acabam seguindo profissões totalmente distintas como é o caso de como fazer doces finos.

Isso vem de encontro ao que sabemos sobre trabalhar com o que se gosta e com o que te faz feliz! Mas agora vamos conhecer as principais áreas que um advogado pode trabalhar!!

Direito Civil:

Nessa área representa-se importâncias individuais em ações que dizem respeito a particularidade de posse de bens, como também em questões familiares, como adoção, divórcio e hierarquia.

Direito Comercial ou empresarial:

Aqui protege-se os empresários em relação aos seus interesses comerciais, como concorrência, patente, marca, processos de recuperação de empresas e falência. Em empresas privadas esse profissional pode atuar desenvolvendo civilidade preventiva de combate à corrupção.

Direito do Consumidor:

Aqui defende-se os consumidores no que diz respeito ao código de defesa do consumidor em relação aos fornecedores de bens e serviços. Vale lembrar que nessa área os advogados também auxiliam os fornecedores.

Direito da Tecnologia da Informação:

Essa é uma das novas carreiras que o advogado pode seguir, pois a esse profissional caberá analisar questões jurídicas que dizem respeito ao uso da informática, seus usuários, fornecedores, provedores de internet, lojas virtuais, etc. Com o uso cada vez mais acirrado da internet esse profissional com certeza será muito desejado.

Direito Tributário:

Nessa área cuida-se de tudo que diz respeito a impostos, taxas, obrigações tributárias, responsabilidade dos órgãos fiscalizadores e defesa de contribuintes.

Direito Administrativo:

Aqui atua-se nas relações que envolvem cidadãos, órgãos públicos e a sociedade. Essa é uma área bastante explorada por procuradores municipais, estaduais e federais.

Direito Trabalhista:

Essa é uma das áreas do direito mais movimentadas no Brasil. Nessa área o advogado defende pessoas ou empresas em disputas entre empregado e empregador e também em questões sindicais. Atualmente as empresas buscam muito o advogado trabalhista para sanar dúvidas em relações as decisões a serem tomadas.

Direito Previdenciário:

Nessa área o advogado defende os segurados da previdência social, garantindo seus direitos, como aposentadoria, pensões e auxílio doença. As empresas também procuram muito os advogados especialistas nessa área a fim de sanar dúvidas em relação a tomada de decisões.

Direito Penal ou Criminal:

Aqui o advogado defende a vítima do crime ou o acusado e ainda contravenções contra pessoas físicas e jurídicas.

Mediação, Conciliação e Arbitragem:

Nesta área o especialista procura resolver os conflitos de forma pacífica e social, procurando desconstruir a cultura da litigiosidade, enfrentamento e confronto.

Deve-se ressaltar que o profissional formado em direito, pode optar por seguir carreiras públicas, como a magistratura, o ministério público e as procuradorias. Todas essas funções exigem um determinado período de tempo dedicado à prática jurídica, esse é um requisito fundamental para assumir o cargo.

Na área pública o profissional é aprovado em concurso público, após pode atuar nas esferas municipais, estaduais ou da União, chefiando investigações, acompanhando e fazendo intermediações de julgamentos de ações e processos.

As quatro áreas são:

Advocacia Pública:

O profissional dessa área defende cidadãos que não podem pagar as custas de um processo judicial.

Delegacia de Polícia:

Nesse caso atuando como delegado, laborando inquéritos policiais, chefiando investigações e emitindo documentos públicos.

Magistratura:

Atuando como juiz julgando processos e expedindo mandados de prisão. O magistrado pode ser federal ou estadual. Na esfera federal julgando interesses da União que envolvam tributos federais e da previdência social. Na esfera estadual, julgando conflitos entre pessoas físicas e jurídicas, questões de família e tributos estaduais e municipais.

Ministério Público:

Nesse caso como promotor de justiça, defendendo os interesses da sociedade perante o magistrado, promovendo ações penais, apurando responsabilidades e fiscalizando o cumprimento das leis. Esse profissional, representa também os interesses dos deficientes, os direitos das crianças, adolescentes, direitos do consumidor e meio ambiente.

O curso de direito é para pessoas que gostam muito de leitura e tem disposição e ânimo para os desafios que com certeza vão encontrar na graduação e na vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *